+DestaquesEm destaque hoje

Relembre histórias da Festa da Uva

Evento mais tradicional da cultura italiana no Paraná tem edição de 2021 cancelada por conta da pandemia.

Anualmente Colombo é palco do evento mais importante da cultura italiana do Paraná, a tradicional Festa da Uva. Por conta da pandemia, a edição deste ano foi cancelada. Recentemente equipes da Secretaria de Saúde iniciaram a vacinação contra a Covid-19 de forma gradual em grupos prioritários no município. Enquanto a maior festa da cidade não volta até que a população esteja protegida, vamos relembrar um pouco da história.

A Festa da Uva de Colombo teve sua primeira edição realizada no ano de 1959 quando após sucessivas realizações das missas de ação de graças pela colheita, as lideranças da igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário de Colombo, decidiram realizar uma grande missa campal nas proximidades do Lago Tumiri (Centro de Colombo). Nascia então, a 1 Festa da Uva de Colombo. Ao longo dos anos, o evento cresceu até que ganhou o status de maior evento cultural da Região metropolitana e um dos maiores e mais lembrados no Paraná.

Mesmo com tamanha tradição, ao logo do tempo, o evento deixou de ser realizado em alguns momentos da história. No final dos anos 70 e início dos anos 80, o evento passou a ser realizado a cada dois anos, tendo inclusive sido realizado nas ruas da cidade. Depois voltou a ser anual até que no período de 2001 a 2004, alegando necessidade de adequação do Bosque da Uva, a administração municipal paralisou a festa. Quatro anos depois com a chegada de uma nova gestão na prefeitura, a festa foi retomada em 2005, excepcionalmente em agosto como a Festa do Vinho.

No ano seguinte, ela voltou ao calendário anual, sendo novamente realizado em fevereiro, período da colheita das variedades mais produzidas em Colombo, as uvas Niágara Branca, Niágara Rosada e a uva Terci. Recentemente, nos anos 2017 e 2018, alegando queda significativa na arrecadação a última gestão não permitiu os festejos, voltando nos anos 2019 e 2020.

O prefeito Helder Lazarotto falou sobre a pandemia e destacou a importância da Festa da Uva. “Lamentamos pelo ausência da festa deste ano por conta da Covid-19, mas o momento exige cautela para evitar novas contaminações. É a maior festa da Colônia Italiana, temos esta tradição que vem dos nossos nonos. Beneficia os agricultores, divulga o nosso potencial turístico e ainda se torna uma grande vitrine para nossos artistas locais, além de mostrar também o potencial das nossas indústrias, comércio e dos nossos artesãos. Assim que nossa população estiver protegida vamos retomar essa tradição com uma grande festa”.

Com a perspectiva de imunizar a população contra a Covid-19, a próxima festa deve ser remodelada e com capacidade maior de atrair público e negócios para a cidade.

 

Fotos: Arquivo/PMC

Pular para o conteúdo